sexta-feira, 11 de julho de 2014

Justiça anula 'justa causa' de mulher demitida por criar grupo no WhatsApp


Fonte: G1

A Justiça do Distrito Federal anulou a demissão por justa causa de uma mulher que havia sido mandada embora de uma loja de celulares e artigos telefônicos por ter criado um grupo no aplicativo de mensagens WhatsApp, usado pelos funcionários para falar mal dos chefes. Agora, a empresa terá que pagar a Daniela Machado de Souza todas as verbas rescisórias, como aviso prévio de 30 dias, multa fundiária de 40%, FGTS, férias e 13° proporcionais.

A mulher ocupou o cargo de subgerente da loja Lig Celular de março a agosto de 2013. Para organizar o trabalho, ela criou um grupo no aplicativo de bate-papo. Leia na íntegra.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário