sexta-feira, 4 de abril de 2014

Ministério Público do RN sofre retaliação por abate de jumentos para alimentação



o mês passado, o Promotor de Justiça do MP/RN Silvio Brito promoveu uma degustação da carne de dois jumentos abandonados na beira das estradas do estado, alegando que o hábito de consumo destes animais deve ser estimulado. O representante do Ministério Público, responsável pela comarca de Apodi/RN, chegou a sugerir que a carne fosse utilizada para alimentar presidiários.

“O Ministério Público deve proteger os animais e está fazendo justamente o contrário. Estes animais não têm culpa de ter sido abandonados à própria sorte. É inadmissível que, em vez de promover a adoção e guarda responsável, o MP promova o extermínio” disse Marly Winckler, presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), entidade que criou um dos abaixo-assinados para salvar os jumentos.

Fonte e Foto: jornaldehoje.com.br
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário