terça-feira, 29 de maio de 2012

Por quase dois anos, vírus 'Flame' roubou dados sem ser percebido


Pesquisadores de segurança comunicaram a descoberta de uma nova praga digital que pode ser a mais sofisticada já criada. Batizado de 'Flame', o código é capaz de roubar dados por meio da captura de teclas digitadas, de dispositivos Bluetooth, ligando um microfone no PC – se um estiver presente – e tirando capturas de telas automáticas.

A praga se destaca pela sua capacidade de se camuflar no sistema, driblar softwares de segurança e ter sido encontrada apenas em alguns poucos locais, principalmente no Irã.

A existência do vírus foi divulgada separadamente nesta segunda-feira (28) pelas fabricantes de antivírus Kaspersky Lab e McAfee, pelo Centro de Respostas a Incidentes de Segurança Nacional do Irã (Maher) e pelo Laboratório de Criptografia e Segurança de Sistemas (Crysis) da Universidade de Tecnologia e Economia de Budapeste, na Hungria.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário